terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Explicações do amor em pleno século 21

Não, eu não me importo
Se o amor para muitos
Perdeu o sabor.
O que eu quero mesmo
É senti-lo, vivê-lo:
Um sorriso
Um abraço
Um beijo
Um olhar apaixonado
Dentre olhares que se abraçam
Num silêncio que só quem ama
Pode entendê-lo.
E se me perguntarem
Se sou romântico...
Por que não? Pegunto.
Amor é eterno
E mesmo que dure um segundo
Sempre traz lembranças boas.
No fundo no fundo
Eu tenho pena das pessoas
Que não têm tempo para amar
Ou aquelas que já se esqueceram
Que sem amor a vida também
Perde o gosto.
Pois o que me importa mesmo
É sentir o teu abraço
O teu sorriso
E a poesia no silêncio
Metaforizado em tuas palavras.
Afinal, amor não se explica
Se vive
Se sente
E se concretiza num silêncio
Que só quem ama
Pode entendê-lo...

Adenildo Lima

Nenhum comentário: