terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Ivan Junqueira, apenas um poeta



"Poeta, ensaísta, crítico e tradutor, Ivan Junqueira fala da ambiência cultural que influenciou sua trajetória literária e de alguns acontecimentos que marcaram a história do país. Nascido em Ipanema, em 1934, Ivan relembra o menino amedrontado pela Grande Guerra, os amigos de praia e livros, a desistência do curso de Medicina e o encontro iniciático com Aníbal Machado. Em diálogos com Alexei Bueno, Antônio Carlos Secchin e Ferreira Gullar, debate questões sobre o fazer poético e a gênese da poesia moderna. Depoimentos de outros poetas e escritores contemporâneos colaboram na feitura desse breve perfil de quem se define como apenas um poeta a quem Deus deu voz e verso, mas que confirmam sua condição de um dos maiores poetas brasileiros vivos."

Explicações do amor em pleno século 21

Não, eu não me importo
Se o amor para muitos
Perdeu o sabor.
O que eu quero mesmo
É senti-lo, vivê-lo:
Um sorriso
Um abraço
Um beijo
Um olhar apaixonado
Dentre olhares que se abraçam
Num silêncio que só quem ama
Pode entendê-lo.
E se me perguntarem
Se sou romântico...
Por que não? Pergunto.
Amor é eterno
E mesmo que dure um segundo
Sempre traz lembranças boas.
No fundo no fundo
Eu tenho pena das pessoas
Que não têm tempo para amar
Ou aquelas que já se esqueceram
Que sem amor a vida também
Perde o gosto.
Pois o que me importa mesmo
É sentir o teu abraço
O teu sorriso
E a poesia no silêncio
Metaforizado em tuas palavras.
Afinal, amor não se explica
Se vive
Se sente
E se concretiza num silêncio
Que só quem ama
Pode entendê-lo...

Adenildo Lima

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Dentre a saudade e a solidão...

Saudade. O que é a saudade? Perguntou-me a jovem garota, natural de um país da Europa. Por um segundo eu também me perguntei: o que é a saudade? Não sei, ela respondeu com um sorriso no olhar. Mas você sabe o que é solidão? Perguntei. Deve ser a mesma coisa que saudade. Respondeu ela. E mais uma vez eu me perguntei: o que é solidão?

Houve um silêncio entre mim e ela. Em seguida disse que a palavra solidão não existe no idioma dela. Não?! Falei entre risos. Não. Respondeu com um olhar interrogativo.

Mais uma vez o silêncio se fez presente...

E amor você sabe o que é? Sim, é claro, respondeu ela. E eu acrescentei: e a falta de amor você sabe o que é? Seria solidão? Interpelou ela. Também não sei, falei. E ela riu.

Veja, falei chamando a atenção dela, o importante é que entre mim e você reine dentre a saudade e a solidão o amor. Porque o amor é um sentimento nobre, e só ele é capaz de harmonizar a convivência humana.

E a solidão? Perguntou ela. A solidão, respondi, é um sentimento que precisa ser degustado com amor.

Adenildo Lima

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Artista plástico João Paulo de Melo no programa Tribo Urbana

O artista plástico João Paulo de Melo estará no programa Tribo Urbana, da rádio Conectados, quinta-feira, 17/11, a partir das 10h00



domingo, 23 de outubro de 2016

Mediação de Conflitos no Ambiente Escolar: um diálogo entre a escola e a família

A palestra "Mediação de Conflitos no Ambiente Escolar: um diálogo entre a escola e a família" foi proferida para professores, coordenadores, diretores e supervisores da rede municipal de ensino da prefeitura de São Paulo, no dia 30 de setembro de 2016.
Foi organizada pela Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, no último dia 30 de setembro, a palestra compôs a programação da II Jornada Pedagógica de 2016.






terça-feira, 4 de outubro de 2016

Entrevista na Rádio Conectados, no programa Tribo Urbana

Quinta, 6 de outubro de 2016, serei o entrevistado no programa Tribo Urbana, da Rádio Conectados, no horário das 10h00 às 11h30.



"Fernanda Palhares e Leandro Gaia recebem no Programa Tribo Urbana dessa quinta (6/10) o escritor e autor do livro "O Mundo de Vinícius", Adenildo Lima.
Ouça pelo radioconectados.com.br ou então pelo App da Rádio Conectados.

Assista ao vivo pelo YouTube e interaja com a turma do Tribo pelo whats da Rádio: 11-94580-2334



Mais informações: http://radioconectados.com.br 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Jardim sem flores

Meu amor, a vida é um lapso num piscar de olhos. Se você não souber aproveitar as coisas mais simples; diga-se de passagem, não viveu. A poesia da existência não está numa gravata ou nos brincos de pérolas. Não, não está. Bens materiais podem ser uma chave para o teu precipício, que dão o nome de depressão, angústia, vazio.


Que bom seria se aprendêssemos a olhar no olhar do outro de igual para  igual. 

Adenildo Lima

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

No 26º aniversário do Centro de Arte e Promoção Social

O evento aconteceu no dia 20 de agosto de 2016: Aniversário do Centro de Arte e Promoção Social - CAPS, no Centro Cultural Grajaú, São Paulo. Contou com Exposição e Vendas de Livros, Shows, Roda de Poesia, Exposição de Artes Plásticas, Contação de História, entre outras atrações.







Mais fotos, acessem:

https://www.facebook.com/adenildo.lima.3/media_set?set=a.864897106945750.1073741852.100002764060588&type=3&pnref=story

domingo, 18 de setembro de 2016

Matéria na Revista ECP: Descobrindo O mundo de Vinícius

Descobrindo O mundo de Vinícius

Matéria sobre o lançamento do livro O mundo de Vinícius, que aconteceu na livraria Leitura do Shopping cidade São Paulo.

 A matéria faz parte da 5ª edição da Revista ECP.

Meu muito obrigado pelo carinho de toda a equipe que compõe a revista ECP.



Para acessá-la em formato digital, acessem o link abaixo:

sábado, 3 de setembro de 2016

24ª BIENAL DO LIVRO DE SÃO PAULO

A palestra "Literatura, Sustentabilidade e Meio Ambiente", proferida por mim e pelo artista plástico João Paulo de Melo aconteceu no dia 2 de setembro de 2016, no estande Pernambuco Continente Imaginário, na 24ª Bienal Internacional do Livro de SP.






Mais fotos na minha página oficial do Facebook:

https://www.facebook.com/escritor.adenildolima/photos/?tab=album&album_id=1764323637178559

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Adenildo Lima e João Paulo de Melo na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Eu e o artista plástico João Paulo de Melo, que fez capas e ilustrações para dois livros meus: "O mundo de Vinícius" (2015), e "A parteira" (2013), estamos na Bienal, no estande "Pernambuco Continente Imaginário", no dia dois de setembro, às 19h.

Vamos bater um papo sobre "Literatura, Sustentabilidade e Meio Ambiente."

Estão todos convidados...

Mais informações, acessem o link abaixo:

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Resenha sobre o livro A parteira

Resenha escrita por Márcio Ahimsa, sobre o livro A parteira, no site: Homo Literatus:





"A parteira é um grito e um silêncio, é essa paradoxal verossimilhança da realidade de um país onde, de um lado é latente a dor escorrendo pelo esconderijo em tom vermelho do nosso agreste e, do outro, é como se fosse uma nódoa no tom de um conto de fadas onde se acredita em fantasias criadas, mas não se crê em verdades cruas." 


Para lerem a resenha completa acessem o link abaixo:

http://homoliteratus.com/parteira-poeta-adenildo-lima/


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A literatura e suas múltiplas faces

O evento aconteceu no domingo, dia 7 de agosto de 2016, na rua Alba Valdez, 03, Jardim Reimberg, Grajaú, SP. 

Foi uma tarde maravilhosa, o evento contou com um debate sobre As múltiplas faces da literatura, com os escritores Varneci NascimentoHilda Dos Santos Milk e Eu, Adenildo Lima. Também teve uma roda de conversa sobre mídia independente, e o lançamento da 5ª edição da Revista Ecp Ecp: Expressão Cultural Periférica.





Mais fotos no meu facebook:

A literatura e suas múltiplas faces

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Estarei lá, junto com o artista plástico João Paulo de Melo, que fez capas e ilustrações para dois livros meus: "O mundo de Vinícius" e "A parteira", num bate-papo, no dia 2 de setembro, às 19h, sobre Literatura, sustentabilidade e meio ambiente.
Estão todos convidados...


domingo, 31 de julho de 2016

As capas dos meus quatro livros



Nas livrarias:

NAS LIVRARIAS

OBS: O livro O copo e a água está esgotado

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Prêmio Oceanos 2016

O meu livro O mundo de Vinícius é um dos concorrentes, dentre os 740 inscritos, no Prêmio Oceanos 2016, considerado um dos maiores prêmios literários do Brasil.
Confira a lista dos livros e escritores inscritos:

Prêmio Oceanos 2016

sexta-feira, 15 de julho de 2016

No Centro Cultural Grajaú

No dia 16 de julho de 2016 acontecerá no Centro Cultural Grajaú, na Roda de Estudos da Arte, com mediação de Alê Silveira e Lara Gomes, um bate-papo com a presença dos artistas plásticos: João Paulo de Melo, Ricardo Negro e Jerry A. Lucas.


quarta-feira, 13 de julho de 2016

Essência humana

É preciso amar.
Sim, simplesmente amar,
Amar,
Amar e amar.
Que sentimento a mais você quer de mim:
O amor não traduz a essência humana?
Adenildo Lima

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Na Livraria Leitura do Shopping Cidade São Paulo

O evento aconteceu no dia 09/07/16 na Livraria do Shopping Cidade São Paulo, na Av. Paulista, nº 1230.



Mais fotos, acessem:


Na Livraria Leitura do Shopping Cidade São Paulo

Declamando um trecho do meu livro O mundo de Vinícius, na Livraria Leitura do Shopping Cidade São Paulo, Av. Paulista, 1230, no dia 09 de julho de 2016.


Youtube: Adenildo Lima na Livraria Leitura do Shopping Cidade São Paulo

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Meu Portfólio



Para acessá-lo em formato digital, acessem o link abaixo:

Meu Portfólio 

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Lucas Bueno nos presenteia com o Tinto, seu primeiro CD

O cantor e compositor Lucas Bueno lança o seu primeiro CD, Tinto, composto por dez faixas, pela gravadora Fina Flor, 2016. Conta com as participações especiais de Beatriz Rabello, Nina Wirtti, João Cavalcanti e Marcos Sacramento. E com um excelente trabalho instrumental: Gabriel Grossi (Harmônica), Caio Márcio (violão e guitarra semiacústica), Eduardo Neves (flauta e sax), Luis Barcelos (bandolim), Bebê Kramer (acordeom) e Rogério Caetano (violão 7 cordas, produção, direção musical e arranjos).


Com o CD Tinto, Lucas Bueno nos presenteia com o ritmo e a sonoridade suaves aos nossos ouvidos. É prazeroso ouvi-lo, pois é um trabalho extremamente cuidadoso, repleto de profissionalismo, amor e carinho pela música. Fica visível a dedicação do artista, cada faixa nos transmite um som harmônico, que caminha tenuamente pela essência poética, e isso chamo de arte.

Lucas Bueno, ao meu ponto de vista, sutilmente visita a Bossa Nova. Mas não é Bossa Nova. É ele mesmo com sua característica e estilo. Um olhar musical que nos faz viajar na linha do tempo, isto é, um passeio pela sonoridade da música brasileira, considerada uma das melhores do mundo. Porque ele, nesse CD, se apresenta com maturidade. Poucos artistas conseguem, logo de imediato, ou seja, no primeiro trabalho, mostrar firmemente o seu estilo com maestria.


E é o estilo que diz quem é o artista para o público, pois ele é a essência provinda da luta e da batalha cotidiana traçadas por todos que procuram se aventurar no mundo da arte.  Falo isso por perceber que o CD Tinto deixa muito claro a conjuntura musical do trabalho do cantor e compositor Lucas Bueno, ao convidar profissionais de excelente qualidade da cena musical que, como resultado final, chega às nossas mãos como um presente, e é, para quem aprecia a boa música.

E como ouvinte e apreciador da boa música que sou, destaco aqui a faixa 4, Arlequim. Assim como as outras, ela é suave, gostosa de se ouvir, um acalento aos nossos ouvidos, e conta com a participação especial de Beatriz Rabello, com sua voz doce e sensível, no sentido poético de se falar, à música.

Assim como a canção, Eu que canto pra sereia, faixa 9 do CD, que discorre pelos sonhos de uma menina que queria viver a beleza da arte. E aqui entre nós, quem não quer viver a beleza da arte?

Agora aproveito e deixo a dica para quem aprecia a boa música: o CD Tinto, do cantor e compositor Lucas Bueno...

Adenildo Lima

Observação: As fotos foram tiradas da página do facebook de Lucas Bueno.

Chá poético - A hora do conto - num bate-papo literário em Barueri, SP

O Chá poético - A hora do conto - num bate-papo literário em Barueri, SP, foi no dia 30 de junho de 2016.




Mais fotos, acessem:

Meu facebook

segunda-feira, 20 de junho de 2016

CONVITE - Lançamento do meu livro - O MUNDO DE VINÍCIUS


No dia nove de julho acontecerá mais um lançamento do meu livro O mundo de Vinícius. Será na Avenida Paulista, 1230, 2º andar, Livraria Leitura, no Shopping Cidade São Paulo, no horário das 16h às 19h.

ESTÃO TODOS CONVIDADOS
Mais informações:

EVENTO DO LANÇAMENTO