quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Elas...

Anita, Gabriela, Manoela; Ela. Quando suas pernas descobertas pelo véu do tempo, sinto o cheiro do teu corpo adentrando as minhas narinas, meninas! Anita, quando teus beijos beijam os meus beijos no encontro íntimo dos lábios, o corpo sente o bater dos corações se amando; e isso é amor, Gabriela. Sim, Gabriela, teus seios pontudos encostados em meu peito, sinto a tua alma me abraçar no sentido da paixão que é o jeito. Oh, Manoela, teus suspiros, Manoela! Teus abraços, Manoela! Sim, Manoela, tua voz sensual misturada aos gemidos de amor, fazendo-nos fugir das lembranças ardidas da dor. Manoela; Ela, ou elas. Sim, Ela. O sexo é todo sonhar acordado, o imaginar nos delírios de amor. O amor é o que vem primeiro; já o sexo é a realização das consequências.

adenildo lima

Nenhum comentário: