quarta-feira, 4 de julho de 2012

O encontro que não aconteceu

Há um sorriso guardado na lembrança, de uma madrugada fria, aquecida pelo fogo de uma fogueira improvisada. Olhares se olhavam com carinho, meio perdidos, sentindo estranheza diante do ainda não conhecido; parecia rolar um clima. Menina com seu jeito de adolescente solta ao além, ao léu do tempo, como se demonstrar rebeldia servisse para intimidar aquele rapaz.

Todos vão dormir, ficam apenas os dois, entre olhares e breves palavras. O dia parece que quer surgir, mas os corpos se deitam, separados, e dormem. E só as lembranças ficaram guardadas, hoje, eles nem existem mais, para eles mesmos.

adenildo lima

Nenhum comentário: