sábado, 7 de abril de 2012

se...

hoje eu esqueci que tinha esquecido das palavras necessárias para falar de solidão, ausência, amor; amizade. tudo para ser válido é preciso ter como conclusão a amizade. é o sentimento maior, é respeitoso, é calmo, não quer nada em troca; é o verdadeiro amor em ação. e há quem diga que não há amor falso ou amores falsos. ela sumiu, desapareceu assim de repente. disseram-me: sara casou. casou?!!, perguntei, assustado. acho que casou ou está vivendo junto com um rapaz. legal! pensei comigo mesmo e disse: a nossa amizade não passou de um passa tempo para ela. as pessoas são gélidas geladas por dentro com um sorriso disfarçado no olhar. por quê? deixar de viver para si para viver para os outros é morrer e não perceber que está andando como um zumbi pelas estradas sem vida. sara, sara a dor em teu peito que só sara, sara quando descobrires que não há mais amor conservados por ti. aí ela aumentará e a solidão te fará companhia...

adenildo lima.

Nenhum comentário: