sábado, 17 de dezembro de 2011

é preciso amar

é preciso amar
as prostituas
os idosos
as crianças

é preciso amar
os esquecidos
os oprimidos
os sem-moradias

é preciso amar
a mulher que passa
a mulher que fica
o humano que chora
a criança que ri

é preciso amar
sem limites
sem medidas
sem interesses

é preciso amar apenas
pois a pena de quem ama
é simplesmente amar

adenildo lima

Nenhum comentário: