quinta-feira, 3 de novembro de 2011

a emoção

a emoção é um sentimento perigoso. sei que existem milhares ou milhões de teses tentando explicá-la; viver é diferente. as páginas reescritas de um texto para formar outro texto, continua sendo o mesmo texto com uma roupagem diferente. falar que te amo, pode ser apenas um impulso movido por alguma coisa qualquer; amar é diferente. quem ama, ama de graça, e sem nenhum interesse; o interesse de amar já é o suficiente para se sentir bem.

a emoção é uma ação descontrolada, feita sem pensar; é preciso observar as flores, seus espinhos são preciosos, e furam. as lágrimas que lavam a minha face não são lágrimas emotivas; são uma prova de amor, uma demonstração maior que o ser humano pode oferecer a alguém. pular do precipício alegando que ama, não é amor, é loucura: pura emoção! eu gosto do teu sorriso nos risos da olhadela do teu olhar quando me olhas.

a emoção é a paixão de adolescente que ainda não conhece o perigo, ou gosta de desafiá-lo. prefiro as mulheres das vitrines às mulheres das passarelas. hoje é mais fácil encontrar sentimento no amor vendido do que encontrar no amor interesseiro. e todo amor é uma forma de interesse, mas o interesse por amar é apenas o interesse de amar, ao contrário das máscaras com suas frases escritas com letras de forma. e se você quer saber: eu te amo! e tu sabes que eu te amo. te observo a todo momento. o teu jeito meigo de ser até te faz mais mulher com olhar de criança que espera um abraço para dormir.

a emoção é um caminho rápido! um segundo e tudo pode acontecer. tenha cuidado!!!

adenildo lima

Nenhum comentário: