domingo, 6 de novembro de 2011

24h. por dia. quem sou?

quando se chega o último momento, é sabido que é chegado a hora. um segundo apenas e tudo vai embora para sempre. e para sempre é uma lembrança guardada em algum lugar da memória que memoria a vontade de viver; de quem fica.

quem fica nunca sabe quando vai partir. a partida parte o coração de muitos. e hoje, é quase impossível encontrar sensibilidade nos olhares das pessoas. alguns têm como objetivo principal erguer o nome de sua profissão 24h. por dia. e a vida que era para ser vivida passa a ser a vida das normas e regras exigidas pelos ditames de determinado setor. viver é tão bom, e muitos vivem 80 anos e não vivem um dia.

será que sobraria tempo para você pensar, depois da leitura deste simples texto, que é possível viver?

adenildo lima

Nenhum comentário: