quinta-feira, 6 de outubro de 2011

A eternidade de um segundo

Ainda há tempo para amar. O amor não precisa de muito tempo para fazer sua ação. Um segundo é o suficiente. Sim, apenas um segundo. Talvez você não tenha percebido, mas a falta de um abraço seu fez tanta falta. Sabe aquele sorriso que muitas vezes você chega em casa e esquece ao olhar para o seu filho - isso é se você o olha -, faz falta, muita falta.

E como faz falta um segundo que você deixou passar sem dizer um SIM ou um NÃO. Você sabia que um NÃO é um SIM, muitas vezes?

Amar é tão simples, bem mais fácil do que odiar. O ódio destrói a si mesmo, já o amor constrói ambas as partes.

Por que não amar então né...?...

adenildo lima

Nenhum comentário: