quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Despedida

- Vinícius, você precisa entender que não dá mais para continuarmos com esse nosso relacionamento.
- Sim, Fabiana, eu entendo, mas o que te levou a desistir logo agora que estávamos tão bem?
- E não quer dizer que a gente não vá continuar bem. Somos amigos, construimos uma boa amizade, além do nosso relacionamento amoroso, mas cheguei a decisão comigo mesma que não dá mais.
- Você está com outro?
- Não leva ao caso, Vinícius, o importante é que você entenda que não dá mais, e este já é um grande motivo.
- Sim, entendo, Fabiana, mas estávamos tão bem. Mulher é complicado de entender.
- Não se apegue a teoria, meu querido, não é que eu seja complicada ou não. Apenas o nosso relacionamento chegou ao fim, para mim. E é impossível seguir se não está bem para os dois.
- Sim, sei, mas será que não podíamos concertar o que estamos errando?
- Nós já conversamos sobre isso, Vinícius, você sabe que não dá.
- Sim, lembro, mas pensei que tudo fosse melhorar.
- Nao quer dizer que está ruim, Vinícius... vamos seguir nossas vidas, eu vivo a minha você vive a sua.
- Mas é tão difícil, Fabiana, viver a vida sem você. Desculpa as minhas lágrimas, é que vou sentir muito a sua falta.
- Não precisa se desculpar, veja que também estou emocionada, mas a minha decisão, na verdade nem é a melhor pra mim, mas sim, pra você. Eu tenho uma vida complicada, você sabe disso, quase não tenho tempo, vivo igual a uma louca. Você merece alguém melhor do que eu. Você sabe disso.
- Não, não consigo enxergar nada melhor além de você, mas se você quer assim e acredita que é o melhor para nós dois. Que seja! Quem sabe um dia nos encontramos por aí...
- Mas não quero que você se vá, podemos ser eternamente amigos...
- Não sei, às vezes para esquecer alguém é preciso se ausentar dela.
- Mas não quero que você se ausente.
- Mas este já não é mais um querer seu, Fabiana, é o que melhor me fará feliz, ou não. Não sei.

adenildo lima

Nenhum comentário: