quinta-feira, 14 de abril de 2011

três contos pra você

érica jurava amor eterno ao seu namorado, mas como o destino não perdoa nada, ele perdeu todos os bens que tinha; e também, por último, érica.

adenildo lima

Nenhum comentário: