quarta-feira, 23 de março de 2011

Um sonho de uma criança inocente

Hoje eu acordei querendo voltar a ser criança, mas uma criança bem inocente, daquelas que não conhecem o ódio e o rancor, que têm apenas na alma a ilusão de um mundo feliz. Ao acordar desejei um mundo onde todos pudessem amar. Amar apenas, mesmo odiando. Odiando os contrastes na sociedade atual que temos, odiando a falta de afeto nas pessoas, mas odiando sem nenhum ódio. Nenhum ódio rancoroso.

Desejei, também, ao acordar, vê um mundo compartilhado pelo diálogo. As pessoas sentadas numa mesa, não para planejar a morte de milhões de inocentes, mas para organizar uma maneira para evitá-la.

E agora nem sei se eu estava mesmo sonhando acordado ou sonhando dormindo, mas sei que continuo sonhando, e fazendo a minha parte.

adenildo lima

Nenhum comentário: