sexta-feira, 25 de março de 2011

a paciência e a lágrima

onde ficou aquelas lágrimas
e para aonde elas vão
estão perdidas por aí
no olhar de uma criança
de uma mãe
de uma família
esquecida pelo Estado

o que fazer com essas lágrimas
são lágrimas vindas de dores
de sentimentos doloridos
são lágrimas procurando rimas
buscando uma resposta
são lágrimas com uma pergunta
solta por aí
com apenas questionamentos
ignorados

o que fazer quando a paciência
vai perdendo a paciência
e ela, a paciência, perde a esperança
de esperar

a paciência saiu por aí
com lágrimas molhando a face
com um sorriso humano
e com uma esperança de ser percebida

mas o que fazer quando a paciência
vai perdendo a paciência
já as lágrimas estão tristes nos versos do poeta
até o momento não encontraram nenhuma rima

adenildo lima

Um comentário:

Sam disse...

Teria ficado no verso que o inverso da palavra chorou?

Beijo Adê!