quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

retrovisor

levei uma vida para dizer que te amava
e você levou apenas um segundo
para dizer que não valeu a pena

apenas riu de mim
assim
enfim
viver é um caminho cheio
de pedregulhos
embrulhos

um dia o teu orgulho passeará por ali
do outro da rua
te verei nua

e sem alma à busca da calma daquele amor
que plantei aos poucos para te entregar

te entregar como
flor

levei uma vida sonhando em ter-te nos braços
nos abraços mais loucos enlaçados nos laços
de um acalentar carinhoso e gostoso no gozo

do amor

mas você levou apenas um segundo para desapenar
a minha pena de amar
que amando me fez ganhar asas
para em teus braços voar

mas para quem ama tudo vale a pena
já que a pena
ganha asas e voa

adenildo lima

Nenhum comentário: