sábado, 12 de fevereiro de 2011

Despedida

São Paulo, 12 de fevereiro de 2011.

Prezada senhorita C,

Há alguns dias estive pensando. Pensei no passado, no presente e no futuro. Nenhum deles me convenceu. Resolvi, e acho que a melhor solução é uma despedida, mesmo que seja doída para nós. Sei que nos amamos muito, e como a gente ainda se ama. Mas como você sabe, existem momentos da vida que precisamos tomar decisões, e esse para mim, é agora.

Quero te pedir que me esqueça, que faça de conta que nunca me viu antes, que tudo o que vivemos foi apenas um sonho que passou no despertar do sono. Você precisa seguir novos rumos, e eu, preciso seguir o caminho que aparecer em minha frente. Sei que será difícil, mas você precisa entender que nós não podemos mais caminhar de mãos dadas por aí. Sim, não podemos mais, e você sabe o motivo. E se algum dia me encontrar sozinho pelas calçadas e ruas da cidade, não fique triste, e muito menos tenha dó de mim, saiba que estarei feliz, e muito! A solidão é um momento bom, é através dela que se aproximamos mais de nós mesmos. Sim, é através dela.

Siga seu caminho, esqueça aquela noite de amor que tivemos. Esqueça os nossos diálogos e planos. Esqueça tudo, só não esqueça que nos amamos, e muito! E ainda a gente se ama, sabemos disso. Mas existem momentos na vida que precisamos tomar decisões. Talvez você se sinta culpada, e na verdade foi você que escolheu assim, se não estava mais satisfeita com o nosso relacionamento - algo que você jura que está muito bem -, não precisava fazer o que fez. Não precisava.

Você traiu o que de mais importante um ser humano tem: a dignidade, o caráter. Mas não se lamente com isso, afinal somos humanos, e fracos, todos podemos passar por um momento desses. E quem disse que não? Eu mesmo posso passar, com certeza, mas não pretendo.

Te peço, também, que não me procure mais, ficar sem notícias suas é melhor para mim, acho que para nós dois. Foi bom tudo o que vivemos, mas viver é isso mesmo, é cada segundo que estamos vivos, precisamos aproveitar. E muito! E aproveitamos, você sabe disso.

Sem mais palavras de alguém que te amou além da própria imaginação,

Vinicius.

Por adenildo lima

Nenhum comentário: