quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Média (bonecos uniformizados)

Rasguem-se

O ser

O ser dos olhos sem cérebros

E das mentes deturpadas

E viciadas

Nas regras ditas e ditadas

Pela mídia que na média

Faz uma grande média

Mediando o sorriso

Dos bonecos uniformizados

E das canetas controladas

Desses veículos

Que já têm um texto modelado

E escrito

Com seus vistos

E revistos de um editor

Ah

Para sentir o sabor da língua

Precisamos é de conhecimento

E amor

E aos leitores que ignoram

Um A

No lugar de um E

Ah

como faz falta a leitura

Para interpretar

E aprender

PS:Este poema é uma resposta para as pessoas que continuam ignorando a palavra PRESIDENTA, e têm preguiça de consultar um dicionário.

adenildo lima


Nenhum comentário: