domingo, 12 de dezembro de 2010

abrigo

ah, teus lábios
doces lábios de mel
céu
mar
estrela cadente
não
não podemos ficar ausentes
quando sinto teu cheiro
adentrando minhas narinas
oh, menina
que te gosto
com um gosto
gostoso
nesse gozo
prazeroso que chamo de amar
de viver
de sentir
de poder estar contigo
pois nesse refúgio
ah, vamos fazer com que
sejamos um do outro
abrigo...

adenildo lima

Nenhum comentário: