segunda-feira, 22 de novembro de 2010

as grandes histórias de amor

... amar é a verdadeira inocência que ainda resta nos adultos e, talvez, seja essa a criança que em nós sempre sonha e acredita um dia ser grande, pois ser adulto é tão confuso, por isso prefiro os braços e abraços das mulheres que nunca perderam a inocência da alma de uma criança. e tenho medo dos adultos que têm vergonha de chorar.

pois mesmo entre espinhos é possível sentir a essência de uma flor.

adenildo lima

Nenhum comentário: