domingo, 23 de maio de 2010

Improviso 1

Não, não tenho medo da morte, tenho medo de não viver o suficiente o que eu desejo.

adenildo lima

Nenhum comentário: