terça-feira, 20 de abril de 2010

O paraíso e a eternidade

Ah, o teu cheiro, menina, adentrando-me, fazendo o meu corpo tremer aos delírios que o amor... que este amor guardou para nós dois. O teu olhar diante dos meus olhos e a tua pele suave com sabor de mel faz com que eu não sinta mais a existência "que muitas vezes considero banal" vivida lá fora. O meu mundo é aqui contigo, abraçado ao teu corpo, sentindo a tua pele abraçada a minha, sentindo os nossos corpos deixando de serem dois para serem apenas um... como é gostoso ouvir seus sussurros de amor no meu ouvido. E obrigado à eternidade por fazer com que este momento seja um dos mais importantes vivido por nós.

E amar é se entregar...

adenildo lima

Nenhum comentário: