quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Sonho de criança

Estou procurando um amor que tenha um coração muito grande, um olhar sedutor, um sorriso transparente, um abraço forte e ardente. Procuro-o nas esquinas, não me interessa o endereço, numa rua qualquer, pode ser até num jardim com borboletas voando, ou, num deserto... junto à natureza. Apenas procuro-o.

De mim, eu não tenho muito o que falar. Serei um namorado que todas as manhãs viverá um novo dia, e um novo amor todos os dias com o mesmo amor. À noite sairei de mãos dadas procurando estrelas para cair na grama e ficar contando anedotas... Abrirei meu coração e viverei intensamente o que a alma pedir. Procuro um amor, será que você não tem pra mim?

adenildo lima

Um comentário:

Sam disse...

Há de chegar...

E sempre chega!

Abraço moço