segunda-feira, 17 de agosto de 2009

flores no chão de concreto

estou caminhando como sempre

em mim, nada mudou:

cada palavra,

cada momento,

cada segundo...

se vale a pena pra você!

Reconquista-me!

estou na rua, na praça, no parque...

... você se mostra tão ausente,

é engraçado,

nem parece que somos tão amigos.

é estranho, né?

eu lutei tanto por nós

e sempre fui tão aberto, tão sincero...

amigo é assim!

assim como uma semente:

nasce em campo limpo,

no parque,

na rua,

na praça...

mas deixa pra lá,

desculpa!

pensei até que já tivesse

te conquistado.


adenildo lima

Um comentário:

Cris Animal disse...

Não sei bem o que dizer, pq é sentido demais!
Contudo, se for amizade, se for amor...voltará à vc!

beijo grande