quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Em outra direção

Teus passos lentos e tão corridos vindo em minha direção, senti um frio misturado com ansiedade e ensejos dos teus beijos. Pensei em correr também, mas o vento vinha em outra direção. Te esperei! um segundo pareceu uma eternidade e a cada passo que você dava eu te desejava bem mais. Abri os braços para te receber, mas o vento vinha em outra direção e não permitiu. Ainda hoje sinto o sabor daquele beijo que não aconteceu, daquele abraço que o vento levou, dos nossos olhares que os nossos lábios não abraçou; ainda hoje lembro e sinto você vindo em minha direção com seus passos lentos e tão corridos. Mas o vento vinha em outra direção. Maldito automóvel!

adenildo lima

Nenhum comentário: