quinta-feira, 30 de julho de 2009

O meu erro

Sei que as pessoas estão acostumadas a pedirem desculpas pelos erros, por terem errado, mas hoje, eu estou aqui para te pedir desculpa por ter te amado. É estranho, eu sei, mas é isso mesmo que você está ouvindo, não se assuste, estou te pedindo desculpas pelo amor que sempre tive por você.

Eu roubei tanto o seu tempo, falei tantas palavras bonitas (quando amamos ficamos assim), desculpa, você não merecia, só hoje eu descobri isso. .Às vezes levamos um tempo para entender o amor, principalmente o jeito de amar das pessoas.

Hoje, enquanto estava olhando pela janela do ônibus, lembrei de você (é, eu ando de ônibus) e consegui perceber o quanto fui abusivo oferecendo-te o meu amor. Quem disse que você iria amar um rapaz simples igual a mim? Desculpa, desculpa mesmo, acho que fiz você perder bastante tempo com o meu olhar carinhoso, compreensivo...

Mas mesmo assim eu lembro, eu te amei tanto, até cheguei a pensar que você pudesse ter um coração, um cérebro; que você não fosse uma máquina, o meu pensar se enganou.

Neste momento fico olhando as pessoas correndo sem saber pra onde, e falo: ah, se elas parassem um segundo apenas, talvez pudessem enxergar a si mesmo, e não se perderiam nessas caminhadas infinitas que levam... Pra onde?

adenildo lima

Nenhum comentário: