quinta-feira, 30 de julho de 2009

enlaços

calada
cálida
o teu falar
o teu calar
os caminhos se cruzam
se abraçam
se enlaçam
chorando
amando
brincando
as crianças pegam
e requebram e quebram
a brincadeira
difícil da vida
consumida
poluída
sorrida
caminhados os passos
beijam os enlaços
e deitam-se
no olhar solitário do infinito

adenildo lima

Nenhum comentário: