domingo, 5 de julho de 2009

corpos adornando

E eu que imaginei contigo no decair da madrugada, depois dos corpos satisfeitos... Um beijo, um abraço... Imaginei ter seu corpo nu abraçado ao meu, seus seios encostando em meu peito, seu suspiro de mulher realizada, amada, encontrada... Imaginei sentindo o cheiro da sua pele adentrando as minhas narinas, e nossos sexos adornamdo o prazer de amar, abraçados com o aconchego nosso... E ali, imaginei nossos corpos dormindo e, antes que amanhecesse o dia, nossos olhos se beijassem com o carinho de duas pessoas que estavam com a felicidade... E eu que imaginei esse momento... Hoje, te vejo tão distante.

adenildo lima

2 comentários:

Erica Maria disse...

Longe dos olhos, perto do coração!!

Lindo texto amigo!!


Bjos e boa semana!

Denise disse...

Mas nada paga os momentos vividos ou imaginados que te fizeram "ferver"

Lindo aqui

carinho

Denise