terça-feira, 21 de julho de 2009

Aconchego do tempo

É uma declaração de amor. Desde o momento que vi seu corpo nu, apaixonei-me! Você caminhando livremente naquele deserto, seu vestido abraçava o vento e a todo momento eu te observava. Você veio, pediu que eu tirasse sua roupa com a sutileza da ponta dos dedos. Tremi! Senti seus seios palpitando o meu desejo de te amar, de te abraçar, de te consumir.

Os pássaros cantavam naquele entardecer, a lua contemplava os nossos momentos. E, sem que eu percebesse, você estava nua diante de mim. Teu corpo! Pura obra de arte que num encarte se fez viva ao meu olhar, e fiquei a te contemplar. Nos beijamos, nos amamos... E o tempo nos acolheu.

adenildo lima

Um comentário:

Anônimo disse...

Texto lindo.. tanta sensibilidade ao descrever um momento íntimo. Parabens!!!