sexta-feira, 12 de junho de 2009

Vitrine e alma

Um jovem em plena adolescência, diante de uma data comemorativa - dia dos namorados - recebe um telefonema de sua amada namorada. De repente seu sorriso se esconde, seu olhar se perde, e o seu coração fica seco como o sertão.

A ausência é um sentimento, muitas vezes, destruidor. Falo de qualquer tipo de ausência, vamos pegar, por exemplo, a amizade. Já ouvi e vi pessoas que se dizem amigos, mas que fogem... fogem... Muitos que se dizem amigos, só aparecem quando precisam do outro, já têm outros que, no momento de dor, foge, para não dividir as dores com seu amigo. O que é ser amigo? pelo amor de zeus! Não entendo mais nada....rs...

Mas o jovem continua com sua alma rasgada diante do espelho, e diante do seu próprio olhar. Um amor, uma palavra, um sentimento de paixão - dia dos namorados - esse dia, primeiro, quero dizer que não existe, existe apenas um mercado para vender seus produtos.

Eu mesmo, não costumo presentear em datas comemorativas.

Quando posso, me dou como presente todos os dias.

adenildo lima

Nenhum comentário: