segunda-feira, 11 de maio de 2009

Você

Você me convidou, você se sentiu atraída por mim, você me levou ao escuro daquela sala, você aceitou meus beijos, você foi dama como nunca dantes eu vi. Nós nos beijamos e , você, ao pedir explicação, calei a sua boca com outro beijo. Você olhou o céu e viu estrelas e lua, e me comparou a um poeta. Poeta, eu? - perguntei com um sorriso dizendo que aos poetas é dado o poder de desvendar as estrelas e abraçar o ar suave da lua. Você riu. Você sumiu. Você partiu...

Você não veio, você não ficou, você não partiu... você apenas conquistou de mim um beijo, mas teve medo de tocar minha alma.

adenildo lima


3 comentários:

Erica Maria disse...

Querido, que texto lindo!!!

Vim agradecer o carinho de sempre e te deixar bjos no coração viu?

Bjosssssss!

Erica Maria disse...

Pq vc não põe seguidores no seu blog?

Te linkei lá tá...


Bjos!

Saara Senna disse...

Olá Adenildo!

Nossa, que lindo texto.
Adorei a forma como descreveste.

Parabéns.

Beijo grande :)