domingo, 24 de maio de 2009

Sensorial

Menina, por que você fez isso comigo? Tu saíste com aquela roupa transparente: belo vestido! Uma chuva, leve, começou a cair. Você foi ficando nua diante dos meus olhos. Teus seios com os bicos pontudos apontavam em direção ao meu olhar. Tua pele suave ia, aos poucos, deixando um mistério a ser descoberto. Teus cabelos se entregaram ao vento.

Você me provocava com a maior sutileza da vida. E, ao andar, o requebrar do teu corpo me fazia lembrar uma bailarina. Aquilo me excitava, aguçava em mim o desejo de sentir sua pele em meu corpo e o sabor de teus lábios nos meus. Tive vontade de fazer amor contigo.

Você me chamou de amigo, olhou dentro dos meus olhos, pegou em minhas mãos, sentiu meu coração bater, quase perdi o fôlego. E, como um animal selvagem, senti o cheiro do teu sexo adentrando as minhas narinas. Não sei, mas você parecia que estava em período fertil. Pode parecer brincadeira, mas uma mulher quando está em perído fértil, o homem percebe.

Por que você fez isso? Abraçou-me, deixou-me sentir teu corpo, teu cheiro invandindo os meus pulmões. Como essa lembrança é forte!

E não há obra de arte mais perfeita feita pela natureza para ganhar de tua beleza, menina.

adenildo lima

Um comentário:

Erica Maria disse...

Mas que texto bonito!!!

Sutilmente erótico...

Adorei!!

Bjos em teu coração e ótima semana!!