terça-feira, 26 de maio de 2009

Amizade acima de tudo

- Bonita, né?
- É, muito bonita mesmo.
- Será que eu consigo ficar com ela hoje?
- Ah, depende, será que ela gosta de você?
- Não sei, mas eu estou inteiramente encantado por ela, como você é meu amigo, sabe como fico nos momentos apaixonantes, né?
- Sim, sei sim.
A festa começou. Era um barzinho com música ao vivo. Lugar calmo, sofisticado, bem apropriado para casais de namorados. Vitor estava sozinho, ao contrário de seu amigo Guillerme que, mesmo estando só, acreditava estar acompanhado pela sua bela amiga: Verônica.
Sentaram-se à mesa, começaram a beber, a conversar e a deixar o tempo passar. Guillerme levanta e vai à direção do palco. Sobe e começa a cantar uma música que Verônica tanto gosta. Enquanto ele canta, Vitor fica dialogando com Verônica. Ele volta revoltado, querendo explicação, sente ciúmes, percebe que Verônica teve certo interesse em seu amigo.
- O que é isso?!
- Relaxa, Guillerme, vai pôr em risco a amizade nossa por causa de uma mulher? procura outra, essa já tem dono.

adenildo lima

Nenhum comentário: