quinta-feira, 30 de abril de 2009

Momentos e lembranças

Depois de um tempo as lembranças voltam e nos abraçam no silêncio mais calmo de uma madrugada, de um nascer de sol, de uma brisa suave. As lembranças de um amor que ficou no passado, a esperança de um amor na nossa frente, no presente, num futuro próximo.

Mas o futuro não existe, o passado muito menos, então, é o presente mesmo que nos encara e escancara um olhar infinito. E quando você se depara diante de uma fotografia de pessoas que você já esteve junto, já dormiu junto, já se amaram... a melhor maneira é desfrutar do olhar perdido diante da foto e aproveitar as experiências vividas.

E quando você está com três pessoas para amar e nenhuma delas é amor... o prazer se apropria de um momento vazio que, na maioria das vezes deixa um vazio ainda maior. E quando lembramos de alguém que estamos apaixonado e falta tão pouco para a concretização de um beijo, já que o beijo é o início, e muitas vezes o fim inexperado.

E quando Eu, escrevendo agora em primeira pessoa, digo que te amo. Como você fica?

adenildo lima


Nenhum comentário: