terça-feira, 30 de dezembro de 2008

A morte

Quem já parou para pensar "MORTE"? Poucas pessoas fazem isso. Sabemos que ao nascer, já estamos predestinados a ela. Ela, muitas vezes, é o começo de uma grande jornada, nos dar força, coragem, sonhos, esperanças... Eu acredito que o maior sentido da vida é a morte, há quem duvide de mim.

Seria monótono demais viver eternamente, qual seria o sentido da vida saber que sempre iríamos viver? o gostoso da vida é os objetivos, os sonhos, a luta diária; isso nos dar prazer. Não precisamos pensar na MORTE, precisamos apenas viver bem. E viver bem não é se curvar diante de si mesmo, não é perder as forças, e muito menos, querer ser melhor do que os outros.

Ao sabermos que um dia vamos morrer, pra que tesouro e ganância? Por que não apenas amor? Sócrates comparava a morte com um sono. E na verdade é um sono, um sono eterno. Então vamos pensar sobre isso.

Somos seres, considerados, pensantes. Ser um ser pensante é ir além dos seguimentos impostos e postos em nossas vidas. Vejo os estudiosos repetindo tudo o que os outros falaram. Precisamos ser UM, e não apenas mais Um. Por isso, para não morrermos vivos e continuar andando como cadáveres, vamos enfrentar a morte e ir além do que muitos dizem.

adenildo lima

Um comentário:

Rosana disse...

O dia da partida já está determinado e predestinado ... apenas temos que viver e dar o melhor de todos nós HOJE e VIVER cada instante, cada minuto, cada tempo com muita intensidade e amor, respeitando-nos e TBEM valorizando nossos familiares, conhecidos, amigos e irmãos em Cristo, independente de cor, raça ou estabilidade social!