segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Casamento

Ontem eu falei: vou casar só depois dos 60 anos. Alguém perguntou: Mas quem vai querer? só se você estiver podre de rico! E eu respondi. Estarei pobre, e casarei, vou provar para todo mundo que a mulher não é capitalista-materialista.

Todos riram: homens, mulheres e crianças... confesso que não entendi o motivo das gargalhadas.

adenildo lima

2 comentários:

Rosana disse...

Nem eu ... as pessoas que sorriram a esse comentário são exatamente aquelas que acreditam que a vida toda de uma pessoa se resume somente no poder do dinheiro e se esquecem do amor verdadeiro, sincero e puro ... se esquecem do porque de aqui estarmos vivos e principalmente de doar o que tem de mais importante que é a solidariedade, o respeito e o amor!
Sim ... porque não ser feliz aos 60anos e se casar com alguém especial e porque tbem não se casar mais cedo e ser feliz de qualquer forma, porque tem uma coisa: é o destino que comanda nossas vidas, é o acaso e o momento que determinam quando e onde, é a solidão que nos aproxima de alguém ... são as várias conquistas não concretizadas e bem sucedidas que nos fazem perceber a hora certa para conhecer alguém e quem sabe casar ou quem sabe juntar as nossas vidas! Mas uma coisa é certa ... não adianta o dinheiro porque nenhum relacionamento dura muito tempo senão existir carinho, gostar e respeito!

SAM disse...

Nem todas realmente, amigo. E nesta idade será para ter uma companhia. Te levar um chazinho, uma sopinha, né espertinho?...Brincadeira!!! 60 anos ainda está um jovem! Tenho 52 anos de infantilidade crônica rsrs. Bom eu casei tarde ( 28 anos). Mas desde o início avisei que não queria esse peso chamado " casamento" É inevitável, descobri. Não uso aliança, apenas como adorno. Ele nunca tirou...Com o tempo está estrangulando a junta dele e queria cortar... Ele não deixa! Mas é muito bom eu me sentir livre e meu marido entender isso. E lealdade é tudo. E assim, lá se vão anos, que também não conto. Conta a vontade de estar junto da pessoa. Mais que um marido é um companheiro, conselheiro e melhor amigo. Me entende melhor do que eu e jamais deixou de me compreender, até mesmo quando EU não me compreendo. Amo pois, a essência dele. Desde sempre...Sou um ET, acho..Nada me encanta de material, o que me comove são as qualidades que admiro numa pessoa.


Beijo!