domingo, 2 de novembro de 2008

Fátria sem mátria















Amamenta teu filho, deixa que ele sinta o bico do seu peito em sua língua, aliás, somos teus filhos, mamamos o teu leite, e até derramamos o teu sangue. Mama África, hoje, aflita lutando por um espaço em pleno século XXI, neste país imperial.

Sente sua cultura sendo massacrada a cada dia que se passa.

Mama África, você grita, chora, implora... lutando por escola, por universidade, por moradia; fala, poucos ouvem. Há tantos séculos!!!

Nos teus seios, mama, toda a terra já mamou, mas você não é prostituta não, você é mãe, e qual amor se mede ao teu? Mama, jogada nas calçadas das grandes cidades brasileiras, mas alimenta seu filho, mesmo sem apoio, sonha e acredita que pode salvar esta pátria preconceituosa: País de índios massacrados, país de índios assassinados: Brasil!

Brasil, tenho vergonha de tanto sangue derramado. As Academias Universitárias são verdadeiras prisões. Os estudiosos têm tanto poder em suas mãos para lutar contra o poder, esse poder político e podre! Mas, os professores, nas Universidade de Medicina, não ensinam aos alunos para lutar contra o sistema; na verdade, ensinam a entrar no sistema - Absurdo!

Os cursos de Filosofia, não ensinam aos alunos a lutarem contra este poder destruidor ,que é a mídia, a política; sendo sincero, não ensina aos alunos a serem Ser pensante, ensinam a entrarem no sistema - absurdo!!!

As Universidades de Direito não ensinam aos alunos a usarem o conhecimento a favor da nação. ensinam a usarem contra. Universidades!!! Centros acadêmicos, vocês são parte integrante de tudo isso que estamos vivendo.

Já as religiões, não pregam o amor, pregam um deus que faz guerra, que ama o dinheiro, que faz o seu "fiel" olhar com preconceito diante de um negro, diante de um jovem que se veste com um determinado estilo... Que deus é esse?!!!!

Não vão me dizer que é o homem que faz isso, lembrem-se: o homem é imagem e semelhança de deus, como fala a bíblia, então... pensem sobre isso!!!

Mama África continua tentando alimentar seu filho... e nós, o que estamos fazendo?

Por Adenildo Lima

Um comentário:

ROSANA disse...

Cada um faz o que pode, mas AINDA É POUCO! POUCO DEMAIS!