quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Apenas palavras, talvez!

Hoje, olhando suas fotos, tive vontade de estar ao seu lado. Veio-me uma lembrança gostosa, um sentimento de amor por ti; mas nunca nos amamos, eu sei. Mas lembro aquele abraço repetido que você me deu; você ainda era casada, hoje não mais.

Teu sorriso mostrando teus lábios molhados, teu olhar por detrás daqueles óculos, aquela pele macia; juro! tive vontade de estar ao seu lado. Eu já te escrevi, você não respondeu, te convidei para um momento mais próximo, entre mim e você: um restaurante talvez, você não respondeu.

Eu, sinceramente, não sei explicar este sentimento. Sempre te vi passando, indo e vindo; sempre te achei bonita, confesso, mas nunca tinha sentido este sentimento: um sentimento misturado com um desejo de beijar os seus lábios, sentir o seu corpo; sentir o seu corpo, hoje ao olhar sua foto tive vontade de estar ao seu lado.

Talvez aquele abraço, tenha sido de uma pessoa que, por alguns assuntos particulares estivesse carente... te peço perdão se foi, mas senti algo diferente. Um sentimento naquele momento me envolveu. Talvez um beijo apenas em seus lábios molhados realize os meus desejos aguçados por ti.

Mas se nunca eu poder sentir o seu corpo e beijar os seus lábios... me perdoa, mas você é culpada, nem me deu o direito de falar que eu estou sentindo isso por você. Aceita o meu convite, é apenas um convite. Pena que talvez você nunca leia este texto. Não sei, talvez até você leia, mas não saberá que falo de você, como ter certeza, né?

"Este menino sonhador de nome Vinícius fala tantas metáforas, talvez este texto nem seja real".

Por Adenildo Lima

Um comentário:

Rosana disse...

É menino Vinícius ... qto amor e desejo em seu coração hein? Mas saiba que ninguém ama sozinho!!! Seria bom que vc começasse a procurar alguém que lhe mostrasse de verdade o que é ser uma pessoa feliz, amada e com todos os seus sonhos realizados, porque com todos esses sentimentos ... você menino Vinícius merece ser feliz!!!