sexta-feira, 3 de outubro de 2008

O falar bonito

Quantas e tantas histórias estão soltas por aí para serem escritas!? Em cada esquina, em cada olhar, em cada mesa vazia, em cada desespero da mãe sem poder amamentar seu filho, em cada olhar de um pai sem ter emprego para suprir os gritos da família em sua casa procurando o pão.

As pessoas se preocupam demais para construir um texto. Ficam procurando palavras... palavras... e acabam matando a essência, a coerência (humana). Eu, não tenho apegos a dicionários; sei que é importante, quando sabemos usá-lo, mas para falar uma linguagem que todos possam ter acesso, deixo-o de lado, na maior parte das vezes.

Eu também não gosto de ficar consultando gramáticas. Um livro de gramática é muito útil, assim, como um dicionário. O falar bonito para mim, não é aquele com um linguajar formal, culto, padrão... essa linguagem eu costumo deixar para o Pasquale, aquele boneco construído pela MÍDIA que é mesmo uma MÉDIA. Deixo tambem para os estudiosos, eles adoram repetir o que os outros falam.

Eu, por sinal, gosto de falar bobagens... gosto de falar palavras... palavras... aos poucos vejo-as se transformando em frases, em textos; em essência humana, aí, fico feliz. Muitas vezes até vejo as minhas palavras se transformando em lágrimas, às vezes de tristeza, outras vezes, de alegria.

Existem milhões de textos querendo serem escritos, não tenha medo, não se acanhe, não fique admirando apenas os autores que já morreram, você está vivo, pode escrever o hoje, o agora, faça isso. É isso que eu estou fazendo. E você, vai ficar com medo, exaltando aos outros?

por Adenildo Lima


5 comentários:

Rosana disse...

Adê ... como NÃO admirar os autores que já morreram ... como não comentar e até mesmo nos fazer valer de algo precioso que nos deixaram... São palavras que já foram escritas e muitas vezes sentidas! Esse é o bem maior que eles nos deixaram e usamos essas mesmas palavras no dia a dia, em momentos de nossas vidas e até em algumas ações que cometemos! Você mesmo em dois de seus textos SORRISO DE CRIANÇA mencionou a frase de muito bom gosto por sinal e por mim já lida em poema de um outro autorque diz assim : "quem não tem amor, cria o seu e adormece" e outra em CONTRASTE, mencionando Cecília Meirelles que diz "não sou alegre, nem sou triste: sou poeta" ... então por que não usar parte desse grande conhecimento e desse bem maior que nos deixaram em forma de palavras de poemas ou escritas????!!!! Uma boa semana a você!

Rosana disse...

E não se esqueça! O importante É ser feliz! Tudo o mais não tem importância ALGUMA! Acredite! Ah ... outra coisa ... a felicidade tao almejada por muitos só depende de nós mesmos!! Nunca se esqueça disso!!

Enigmas de um mistério disse...

Muita calma nesta hora - rs - a frase "quem não tem amor cria o seu e adormece" - É MINHA... rs ... pelo amor das palavras se vc conhecer um outro autor desta frase me avisa....rs.... não digo: não leia os mortos, digo: não se prendam apenas a eles... bjs

julia disse...

E aí Prô acho que ela te fez cortar um dobrado hein? Já vi também algo similar como quem não tem amor ou alguma coisa assim, mas valeu !!!! A gente gosta de debate!!!!

marcela disse...

Como vai? Estive viajando! Por isso a ausência. Posso dar uma opinião sincera sobre este seu texto que tem criado tanta polêmica? Eu acho que radicalizou demais quando comentou sobre o poder das palavras e na criação das mesmas! Tbem radicalizou quando disse que não devemos nos prender aos mortos e ao que eles nos deixaram. Eu perdi meu pai e ele deixou coisas boas em forma de palavras que eu uso no meu dia a dia! Se existem pessoas que só conseguem se expressam através das palavras deixadas por um autor, conhecido ou seja lá quem for por que não? Devemos respeitar a individualidade de cada um e a forma que alguns encontram para se expressar. Acredite amigo, teremos a ganhar com isso! Não importa de onde vem mas sim que é válido.