quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Um homem e um monstro

Dentro de mim, tem um monstro. E carrega a astúcia de um guerreiro, mas odeia guerra. Dentro de mim, existe uma criança (que ainda sonha) mesmo entre tantos rumores. Dentro de mim, existe um homem alegre, feliz, contente, sorridente... mas chora diante das dores de outras pessoas; já que somos imagens e semelhança, este homem que vive dentro de mim, também se sente ferido. Dentro de mim, também existe uma mulher, só a elas é dado o dom de dar a luz. E eu procuro que através dos meus olhos sempre nasça aquela criança. Dentro de mim, ainda existe, os desejos do homem apaixonado pela mulher que vai lentamente andando pela calçada. Dentro de mim, tem um rapaz observador, crítico, falador... dentro de mim, existe um mundo, mas este mundo é partículas que me faz ser o que as pessoas amam ou odeiam.

Dentro de mim, existe também um sonho que o monstro não pode destruir, jamais!

Por Adenildo Lima

Um comentário:

Marcela disse...

Verdade o que lhe digo: Me arrepiei!Lindo!