domingo, 21 de setembro de 2008

Tempo e vento IX

O olhar do lobo-guará carrega mais mistérios do que mil páginas escritas.

Por Adenildo Lima

Um comentário:

Marcela disse...

Voce é um exemplo disso! Misterioso! Não sei se é bandido ou moçinho. KKKKKK