sábado, 27 de setembro de 2008

Delírios e ilusão VII

Acreditar no amor eterno é viver esperando uma eternidade e esquecer de viver o presente.

Por Adenildo Lima

Nenhum comentário: