terça-feira, 29 de julho de 2008

Venta

Alguém já olhou um palmo além da venta? Oh, senão, inventa! Aos oitenta, o homem volta a ser criança, aí, pode ter mais esperança. Quem já sentiu o cheiro dos sovacos? Oh, senão, não sabe o verdadeiro cheiro do seu corpo; é preciso se conhecer. Aos setenta o homem nasce; aos oitenta, começa a inventar; aos noventa, olha além da venta. Agora se tiver medo de tudo o que venta, o vento pode ser contra aos seus sonhos de jovem aos noventa. Venta?!

Por Adenildo Lima

Nenhum comentário: