quinta-feira, 17 de julho de 2008

Poder

A palavra poder, assim como todas as palavras da língua portuguesa, tem milhões de interpretações, conforme seja intextualizado em seu determinado lugar. Um líder de uma empresa, por exemplo, acredita que o poder é manter um controle do funcionário, como se ele fosse o seu escravo, não tendo o direito a expressão e a liberdade de poder trabalhar feliz, mesmo diante de tanto absurdo desse mundo escravista.

Um líder, antes de qualquer circunstância, é preciso ter a consciência que ali é um ser humano que está prestando serviço para a empresa funcionar; é preciso saber que não é só o funcionário que precisa da empresa para sobreviver, mas sim a empresa que precisa do funcinário - um homem pode viver colhendo seus lírios no campo, mas duvido se uma empresa caminhe só com as máquinas - explicado?

Eu posso afirmar que é possível trabalhar pregando a igualdade sem precisar de se postar como o dono de tudo - aqui quem manda sou eu!!! - isso não existe mais, as próprias empresas já sabem disso, e muitas já estão se familiarizando com o funcionário - começando a vê-lo como algo importante para todo um processo e não um escravo do processo - sim, são poucas, mas você empresário já pode começar, e já!.
Por Adenildo Lima


Um comentário:

Rosana disse...

Este texto expressa e visualiza o sentimento mais profundo e real daqueles que encontram em seu caminho pessoas, que usam o poder para destruir ideais e qualidades, conquistadas com luta e dedicação!