sábado, 14 de junho de 2008

O perigo na ponta do nariz

Há um ditado que diz que o proibido é sempre mais gostoso. Será que isso é verdade?

Pedro, conversando com uma garota que mal tinha conhecido, Ela lhe provocou diante desse ditado. Perguntou se ele já tinha saído com alguém comprometido. Entre risos, ele disse que não lembrava. Perguntou se ele já tinha se envolvido com garotas de programas. Mais uma vez, distraidamente, disse que não lembrava. Ela perguntou do que ele lembrava, afinal?

Respondeu que diante de uma mulher a única coisa de que lembrava era que nunca saiu com uma garota apenas pelo prazer, e acrescentou: é necessário ter sentimento, é preciso ter o corpo dela como a mais bela obra de arte que o universo deixou para o homem apreciar.

Disso eu lembro - Ele disse - O que eu fiz o que eu deixei de fazer não lembro. Só lembro que o amor está além de qualquer pornografia.

Ela riu, ficou procurando palavras, olhou o relógio, lhe abraçou e pôs dentro do seu bolso o seu telefone e disse que gostou de ter o conhecido e foi embora com o brilho da aliança refletindo em seus olhos.

Pedro apenas disse que para a conquista não há obstáculos, depende da situação... e de ambos.

Por Adenildo Lima

Um comentário:

Rosana disse...

Sim... necessário ter sentimento porque a mulher tem o seu valor e não podemos conceituá-la apenas pelo corpo! Sim... o amor compartilhado a dois é algo significativo e não existe barreira no que diz respeito à entrega total! Sim... o proibido é gostoso...a conquista deliciosa e a situação envolvente mas o perigo ... maior ainda! E às vezes com o perigo a sensação de vazio ... do impossível e da insatisfação pessoal e sentimental!