domingo, 25 de maio de 2008

Momentos da vida

Trem lotado. Empurra, pisa, xinga, comentários e comentários. Pedro puxa conversa com uma garota, ali, sentada. Começam a falar sobre a situação do seu país. E, em poucos minutos, descobre, por detrás daquele olhar cansado, a essência da alma daquela jovem.

Ela comenta que trabalha num restaurante, e acrescenta que é mãe... Em sua mão direita carrega uma aliança e foge do assunto quando se fala em casamento. E enfatiza as palavras ao falar do seu filho. Pedro fica encantado com ela. Ela tem um olhar diferenciado. Pede a pasta dele para levar. Ele sorrir e a entrega com gestos de agradecimentos. E continuam conversando.

Pedro sente vontade de manter contato com ela. Alguma coisa o impede. Os dois descem juntos no mesmo ponto, saem conversando, depois se despedem com palavras satisfatórias, diante daquele breve encontro, e talvez nunca mais eles se vejam.

Por Adenildo Lima

Um comentário:

Rosana disse...

Hummmmm... este conto me parece familiar ... Sabe o que eu acho?
Não devemos deixar passar nenhum momento em nossas vidas, sejam eles passageiros ou não. Sejam importantes ou não! O momento é hoje e o agora. O que irá advir daí, não sabemos, assim como não sabemos porque existem estes momentos. O que eu sei é que nada acontece por acaso em nossas vidas!