quinta-feira, 8 de maio de 2008

A arte

Uma obra de arte todo mundo admira, olha, sente-se encantado e até sai um pouco da realidade, essa realidade crua e nua em que vivemos. E falar da obra de arte mais bela que a natureza já fez, não é tão simples assim.

Tem momentos que eu fico sentado em qualquer calçada, e deixo meus olhos trazer a essência daquela beleza inexplicável. Às vezes eu percebo que ela por detrás daquela moldura tem uma alma capaz de amar, de ser amada, de se fazer feliz e ao mesmo tempo infeliz.

Diante destes itens já é possível perceber que esta arte também é perigosa. Mas por ela muitos correm quilômetros e quilômetros de estrada afora. Alguns até enlouquecem ou derrama suas lágrimas para lavar o que eles não conseguem ver.

Eu sou um apreciador da arte, que seja moderna, que seja clássica, só não pode ser vulgar. Poder sentir com as mãos a essência que a arte tem é maravilhoso, beijá-la e se possível, abraçá-la forte e poder dividir momentos infinitos. A arte é infinita: em seus traços, em seus olhares escondidos, em cada representação humana. A arte é divina.

Admirar a arte é começar a fazer parte dela e ela parte de você.

Por: Adenildo Lima

Nenhum comentário: