quarta-feira, 23 de abril de 2008

A internet, os jovens, as editoras e a poesia

A internet é ruim? Não. Minha resposta é não. A internet é boa? Não. Minha respota é não. Ela é um dos meios de comunicação mais verdadeiros que temos hoje. Podemos expressar nossas ideias sem precisar de vender a alma. Pena que num país onde Educação e Cultura são esquecidas como prioridades. Aí, as crianças, os jovens e os adolescentes têm acesso a ela sem saber pra que usá-la. Ficam horas e horas enganando a solidão, com seus milhões de amigos virtuais.

A internet hoje é um caminho preciosíssimo para a divulgação da nossa literatura. Os poetas têm milhares de leitores lendo seus poemas e deixando comentários. Os editores de editoras ignoram a poesia como 'arte menor'. Passei vários dias tentando entender isso, só depois descobri que com tanto pensamento dentro daquelas cabeças capitalistas/consumistas, jamais iriam publicar sentimentos, alma - alma. Muitos nem têm mais, já venderam por uma quantia de dinheiro através dos escritos.

Mas é necessário que o poeta saiba que não é preciso uma editora para publicar o seu trabalho, o amor não se publica, a alma não se carimba com etiquetas editorais... a poesia é o calar do falante e a voz do mudo. Sempre falo isso para meus amigos poetas, então me digam o que é a poesia...
e como ficam os editores diante dela...
por: Adenildo Lima

Nenhum comentário: